O que você precisa saber sobre controle de acesso para condomínio

A tecnologia revolucionou o modo como fazemos quase tudo, desde uma simples compra até questões mais complexas. É por isso que, cada vez mais, ela está presente em nosso dia a dia. Em condomínios, as inovações tecnológicas vêm sendo utilizadas para garantir eficiência no controle de acesso para condomínio.

Elas são aliadas na segurança e contribuem efetivamente para a redução de custos. Por conta disso, tem se intensificado a procura por soluções que tornem o ambiente mais seguro para moradores, prestadores de serviços e visitantes.

A adoção de um sistema de portaria remota já é realidade em muitos condomínios e tende a se tornar ainda mais comum nos próximos anos. Mas, diante de tantas opções de portaria remota disponíveis no mercado, é preciso saber qual delas é a mais adequada para atender as necessidades do seu condomínio.

Neste artigo, levantamos as principais informações que você precisa ter para escolher a solução ideal e esclarecer todas as dúvidas a respeito das ferramentas mais modernas de controle de acesso para condomínio. Confira.

O conceito de controle de acesso para condomínio: entenda a importância

O controle de acesso a condomínios consiste no gerenciamento do fluxo de entrada e saída de  moradores, visitantes, funcionários, prestadores de serviço e veículos.

Tanto o controle como o monitoramento de todos os eventos podem ser realizados da forma tradicional, através do serviço de portaria presencial, ou de forma remota e automatizada, por meio do uso de soluções tecnológicas inovadoras.

Com o auxílio de uma tecnologia em portaria remota, a maneira de realizar o controle de acesso a condomínios evoluiu e está mais:

Isso porque esse tipo de sistema otimiza a gestão de acessos a partir de uma central de monitoramento que funciona a distância.Os empreendimentos que adotaram esse tipo de solução têm constatado inúmeras vantagens que vão muito além da facilidade no controle de acesso a condomínios.

As vantagens de controlar acesso ao condomínio remotamente

Os benefícios da adoção da portaria remota para controlar acesso ao condomínio podem ser percebidos logo nos primeiros meses de uso da tecnologia, como revela a série “De olho no mercado”, divulgada pelo Portal SíndicoNet.

Síndicos de diferentes perfis explicam como a contratação de um sistema de portaria remota como o do Porter Group trouxe melhorias significativas na rotina do condomínio, assim como os ganhos financeiros proporcionados por essa solução.

Confira o vídeo:

O dia-a-dia do condomínio após implantação da portaria remota

Listamos aqui as principais vantagens do uso da portaria remota:

Otimização da receita

Sem dúvida, a otimização da receita com serviços de portaria é um dos mais importantes benefícios de adotar uma solução de portaria remota.

Sabe-se que a portaria convencional é responsável por até 80% dos custos na taxa condominial.

Quando o condomínio opta por uma solução de portaria remota, esse gasto cai consideravelmente. Isso porque deixa de arcar com o alto investimento para manter funcionários presencialmente na portaria, podendo reduzir ou eliminar o número de funcionários responsáveis pela função.

Geralmente, é preciso ter em torno de cinco funcionários, em formato de revezamento, para que a portaria permaneça em funcionamento 24 horas por dia em todos os dias da semana. 

Mas, mudando da portaria tradicional para a portaria remota, o condomínio paga pelo serviço, sem a necessidade de contratação de porteiros, o que representa altos custos com folha de pagamento e encargos trabalhistas.Os síndicos que optam pela portaria remota afirmam que ou nao precisaram manter ou mantém poucos profissionais e que eles podem ser realocados, passando a assumir novas funções dentro do condomínio. Essa readequação do quadro de funcionários reflete diretamente em uma economia significativa nas despesas condominiais, o que possibilita o investimento na revitalização das áreas comuns, promovendo melhorias necessárias para valorização do imóvel.

Reforço da segurança

O reforço da segurança condominial é outra importante vantagem possibilitada pela inovação em portarias. Como uma tecnologia de portaria remota evita contato direto do profissional com desconhecidos e visitantes, ajuda a reduzir consideravelmente os riscos relacionados às falhas humanas.

Quando a portaria é tradicional, pode acontecer de o porteiro ou vigilante se distrair ou se ausentar do seu posto no auxílio a moradores e o condomínio se tornar alvo fácil de pessoas mal intencionadas.Além disso, quadrilhas costumam usar disfarces e iscas para conseguir render os funcionários e ter acesso aos condomínios. Mas esse artifício deixa de ser um risco quando o condomínio conta com portaria remota, porque o porteiro fica protegido em uma central de monitoramento a distância.

Facilidade de uso e aceitação unânime dos moradores

A facilidade no uso do sistema e a unânime aceitação dos moradores, independente da idade, também são benefícios constatados pelos síndicos que adotaram a portaria remota em seu condomínio para otimizar o controle de acesso.Os condôminos, ao perceberem as inúmeras vantagens que o serviço de portaria remota oferece, costumam ficar bastantes satisfeitos, considerando principalmente o aumento da sensação de segurança e a redução de custos com porteiros.

Como funciona o controle de acesso a condomínios com a portaria remota

Ao adotar um sistema de portaria remota, os procedimentos para liberação de acesso ao condomínio são realizados a distância por meio de uma central de monitoramento que efetua a vigilância de todos os eventos de forma ininterrupta.

A tecnologia funciona da seguinte forma:

No caso dos moradores, o acesso ao condomínio é livre com o uso de dispositivos de identificação de alta tecnologia, como tags e aplicativo com QR Code. Os moradores também podem enviar convites com QR Code via SMS ou whatsapp para os visitantes, automatizando seu acesso ao condomínio.

Para a entrada e saída de veículos, os moradores do condomínio utilizam controles remotos com tecnologia de ponta anticlonagem para abrir e fechar os portões. 

No caso de não estar portando algum desses dispositivos, os condôminos podem utilizar o mesmo procedimento realizado para liberação de acesso dos visitantes.

A perda da tag ou do controle de veículos deve ser comunicada imediatamente à empresa de segurança contratada para que seja efetuado o bloqueio do dispositivo. Ao realizar o procedimento, o dispositivo deixará de funcionar para acesso ao condomínio.Em situações de risco, o morador pode acionar a empresa de segurança através de um alarme de pânico silencioso.

Como escolher uma solução de portaria remota para controle de acesso para condomínio

Em um primeiro momento, a procura por uma solução em portaria remota acontece porque esse tipo de tecnologia auxilia na segurança e no controle de acesso no condomínio. A solução é indicada para atender condomínios que pretendem otimizar sua receita sem abrir mão da segurança.

Porém, ao contratar soluções nesse formato, condomínios têm constatado muitas outras vantagens que vão além da facilidade na entrada e na saída dos moradores. Ela também otimiza a gestão condominial por meio de sistemas integrados ao monitoramento a distância.

Para isso, é fundamental buscar parceria com uma empresa de segurança especializada em solução de portaria remota, que forneça todos os subsídios necessários ao seu condomínio, oferecendo aos moradores e condôminos um serviço de qualidade

Para escolher a solução ideal para o seu condomínio, considere as suas necessidades específicas. Identifique se o sistema de portaria remota efetua o registro de tudo o que ocorre nas dependências do prédio. 

Tendo essa funcionalidade, as imagens e os áudios do fluxo de acesso ao condomínio ficam disponíveis no sistema, conferindo controle rígido e gestão facilitada, além de maior segurança aos moradores.

Isso também contribui para menos problemas para o síndico. Afinal, esses dados são documentos que ele pode apresentar em caso de problemas de acesso não autorizado, por exemplo. É importante ter como provar tudo o que se passou na portaria para esclarecer o que aconteceu.

Mas, para que funcione corretamente, a internet e a assistência aos equipamentos são pontos que merecem atenção na hora de decidir pelo parceiro ideal. 

Contar com uma solução que funcione de forma ininterrupta e sem falhas de equipamentos é primordial para otimizar o controle de acesso e proporcionar ganhos em outras áreas do condomínio.

Portanto, para realizar o controle de acesso a condomínios de forma eficaz, segura e inovadora, é necessário investir em equipamentos de segurança modernos e soluções tecnológicas que permitam a otimização da gestão condominial. 

Somente com a combinação dessas duas iniciativas é que o empreendimento consegue modernizar os serviços de portaria.

3 dicas para melhorar a segurança utilizando o controle de acesso

1. Estabeleça regras para delivery e entregas de encomendas

Para garantir a segurança no acesso ao condomínio, é preciso estabelecer regras claras em relação a delivery e entregas de encomendas.

O mais recomendado é que a portaria acione o morador e solicite que ele venha receber, em vez de autorizar a entrada do entregador.

No caso de o morador não estar no condomínio, a portaria deve contar com um espaço para receber a encomenda e guardá-la até que o morador possa buscá-la. O Kiper Locker é uma solução que atende bem esta situação.

É importante destacar que permitir que o entregador leve a encomenda até o apartamento ou casa do morador é uma ação que pode representar muitos riscos. É comum a estratégia de criminosos se disfarçarem de entregadores. Portanto, é melhor evitar problemas, não abrindo exceções.

2. Regulamento para o acesso de prestadores de serviços

Outro ponto que o condomínio precisa se atentar para manter a segurança do controle de acesso é sobre a circulação de prestadores de serviços. É necessário estabelecer regras para a entrada e a saída deles.

Por exemplo, se o prestador de serviço for atender na casa ou apartamento do morador, o porteiro deve avisar o condômino, liberando o acesso somente depois de autorização, ainda que o prestador de serviço já seja cadastrado na portaria.

Também é recomendado solicitar as credenciais (como crachá) do prestador e anotar seus dados pessoais.

Já se o funcionário for prestar serviços ao condomínio, é o síndico ou o zelador que deve autorizar a entrada dele. Nesse caso, é igualmente importante que os dados sejam registrados e confirmados.

3. Crie um manual de segurança para o condomínio

Além dos funcionários e dos porteiros, os moradores também são responsáveis pela segurança condominial. O síndico deve informá-los sobre as regras que devem ser seguidas para reduzir os riscos de o condomínio ser invadido.Todo condomínio deve ter um manual de segurança que contenha os procedimentos que devem ser seguidos rigorosamente pelos moradores para manterem o condomínio protegido.

Esse conjunto de procedimentos de segurança deve ter validade legal e ser debatido e aprovado em assembleia para o conhecimento de todos os moradores.

A segurança dos moradores e dos funcionários não pode ser deixada em segundo plano. Por isso, os síndicos devem se manter atentos em relação ao controle de acesso de entregadores e prestadores de serviços ao condomínio.

Para minimizar os riscos, especialmente na portaria, é importante investir em tecnologia e em circuito de câmeras. Afinal, a prevenção ainda é a maior aliada para aumentar a segurança condominial.

Para saber mais sobre segurança condominial e como novas tecnologias contribuem para o controle de acesso a condomínios, confira este webinar:

[Webinar] Segurança condominial

E para aprofundar seus conhecimentos sobre portaria remota, recomendamos que veja este infográfico:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para receber atualizações