Curso para síndico: a importância de uma boa formação em gestão condominial

Saiba por que é importante fazer um curso para síndico e ter uma boa formação em gestão condominial.

Moradores de condomínio buscam cada vez mais segurança e comodidade para o seu ambiente residencial. Isso tem também aumentado a necessidade de uma gestão condominial eficiente, visando garantir a satisfação desse público. Nesse sentido, é fundamental que os  administradores do condomínio  procurem por especialização, por meio de curso para síndico.

Isso porque as atividades que são responsabilidades do síndico são bastante específicas e envolvem conhecimentos de gestão condominial que, para trabalhar nessa área, esses profissionais precisam dominar.

Hoje, o perfil do síndico já não é mais apenas daquele morador que já aposentou e tem tempo e disponibilidade para cuidar dos interesses dos condôminos de forma empírica. Há alguns anos, têm se destacado nessa função profissionais e empresários, sejam moradores ou não do condomínio

Se o antigo perfil de síndico exigia apenas tempo e boa vontade, hoje já existem especializações para formar profissionais realmente preparados para os desafios do dia a dia de um condomínio.

Um curso para síndico prepara profissionais não apenas para o conhecimento da legislação e das responsabilidades legais do síndico no âmbito cível e criminal, mas também capacita para o comprometimento, a organização e a habilidade para lidar com pessoas e conflitos.

Especialistas alertam que já não é mais possível administrar condomínios de forma não profissional, como no passado. Afinal, as obrigações dos administradores de condomínios aumentaram bastante, exigindo que os síndicos se qualifiquem cada vez mais.

Um condomínio deve ser comparado a uma empresa. Sendo assim, quem assume o trabalho de gerenciá-lo precisa estar bem preparado, conhecer as leis e contar com o apoio de assessorias especializadas, como jurídica, contábil e administrativa.

Por exemplo, é comum que alguns síndicos sequer saibam que podem responder criminalmente por problemas que acontecem dentro do condomínio, caso seja provado que foram causados por imperícia, imprudência ou negligência do administrador.

Imagine que um morador idoso sofra uma queda provocada por corrimão danificado ou em mau estado de conservação. Se o juiz entender que o síndico foi omisso em relação à manutenção ou ao conserto desse corrimão, essa situação pode render contra ele uma ação judicial por lesão corporal. Além de uma condenação criminal, o síndico pode ainda responder civilmente, tendo que indenizar o morador.

Ou seja, os problemas podem ser enormes para um síndico que não estiver bem orientado sobre quais são as suas responsabilidades.

Nossa proposta com este conteúdo é te mostrar a importância de uma boa formação em administração condominial e o quanto um curso para síndico pode fazer diferença na sua carreira.

Qual é o atual cenário para síndicos profissionais?

É crescente o número de pessoas que optam por morar em condomínios. Fatores como segurança e infraestrutura fazem dessa alternativa uma opção mais interessante do que morar em casas tradicionais. São aproximadamente 200 mil condomínios espalhados pelo país, movimentando bilhões de reais mensalmente.

Diante desse crescimento, a demanda por síndicos profissionais também aumenta, cargo que geralmente era ocupado apenas por moradores do condomínio.

São muitas as responsabilidades que esse profissional deve assumir, como:

  • Representar o condomínio formalmente;
  • Garantir que os moradores cumpram as regras estabelecidas;
  • Proteger e preservar as áreas comuns;
  • Administrar as despesas e o fazer o controle financeiro do condomínio.

Essas tarefas podem parecer simples, mas estar responsável por elas no dia a dia é algo bastante complexo. Afinal, além das atividades normais que envolvem a gestão condominial, o síndico também acaba precisando tomar frente em casos de conflitos de moradores.

Um profissional competente nessa área precisa ter conhecimentos contábeis e administrativos e também estar por dentro das leis trabalhistas e código civil.

É fundamental que o profissional tenha uma visão ampla da gestão, preveja problemas e tenha habilidade para resoluções rápidas. Afinal, um condomínio é cercado de detalhes que podem se tornar grandes problemas.

Como já falamos, o síndico pode ser responsabilizado civil e criminalmente em caso de incidentes que ocorram dentro das dependências do condomínio. Se ele agir ou deixar de agir em uma situação que cause prejuízo a alguém ou ao próprio condomínio, pode ter que assumir a responsabilidade de reparar o dano.

Nem sempre os síndicos têm noção dessas responsabilidades e, na verdade, sequer imaginam que não cumprir determinadas leis pode acabar em prisão para eles.

Por isso, para obter sucesso nessa função, é importante buscar um curso para síndico.

O que um curso para síndico oferece?

Fazer um curso para síndico contribui para uma gestão condominial mais eficiente e também para minimizar possíveis problemas que o profissional possa enfrentar.

Quando uma administração condominial não é realizada tomando os devidos cuidados, podem surgir armadilhas perigosas para o síndico. Por isso, é essencial fazer um curso especializado para garantir que o profissional esteja preparado para lidar com os desafios diários da função. 

Já existem cursos organizados por sindicatos e também universidades que oferecem pós-graduação com noções de gerenciamento e de regras previstas pela legislação do setor.

É preciso conhecer as diversas situações que podem resultar em problemas para o condomínio e para o síndico, saber como resolver situações conflituosas entre moradores, estar por dentro das leis que amparam serviços condominiais, entre outros tantos conhecimentos.

Portanto, para conseguir desempenhar a função com maestria, é preciso fazer um investimento na área da educação, capacitando-se da maneira correta para que o trabalho seja realizado considerando os conhecimentos necessários.

Um curso para síndico transforma um simples administrador em um profissional qualificado e pronto para lidar com as situações mais complexas em um condomínio.

Ter uma formação na área também é fundamental para construir autoridade perante funcionários e condôminos. É preciso que o profissional saiba o que está falando para ganhar o respeito de quem trabalha e convive com ele.

Um profissional que faz um curso para síndico se capacita para exercer atividades relacionadas à administração condominial como um todo.

Alguns dos conhecimentos que podem ser aprendidos em um curso para síndico:

  • Como é criação de um condomínio e a natureza jurídica que lhe compete;
  • O que é uma convenção;
  • Por que estabelecer um regime interno;
  • Como fazer a gestão condominial;
  • Quais são as atribuições e as responsabilidades de um síndico.

Sendo assim, o investimento em um curso para síndico garante principalmente qualificação e profissionalismo para o interessado, que passa a ter os recursos de que precisa para exercer a função.

Além disso, a interação com outros profissionais que atuam no setor é importante para a troca de experiências e a construção de uma base sólida na prática. Um bom curso para síndico proporciona aprendizados que, sem dúvidas, vão além da teoria.

O Porter Group incentiva a atualização e a participação em cursos profissionalizantes para síndicos, considerando ser um caminho necessário para profissionais que buscam oferecer um serviço de qualidade, além de ter expertise para lidar com os desafios da profissão.

Ajudamos você a se tornar um síndico especialista com a pós-graduação em gestão condominial! Saiba mais sobre o curso para síndico 100% remoto da Famaqui (3 semestres/430h de aula) e prepare-se para todos os desafios da administracao de condomínios.Cliente Porter Group tem desconto exclusivo! Saiba como participar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

iStock-1178761712-[Convertido]
Cadastre-se para receber atualizações