Conheça iniciativas de empresas de tecnologia na crise da pandemia

Sem tempo para ler agora? Então, clique no play para ouvir esse conteúdo!

A tecnologia na crise provocada pela pandemia tem se mostrado uma grande aliada. É essencial no combate à disseminação do novo coronavírus, agente causador da Covid-19. Desde a possibilidade de rastreabilidade das pessoas até ajudar profissionais e empresas a operarem de forma remota, o que vemos é uma grande transformação digital que abrange praticamente toda a sociedade.
Nesse cenário, empresas de tecnologia de todo o mundo tem atuado em busca de projetos e ações que ajudem a contribuir de alguma forma durante pandemia da Covid-19. Neste post, veja como empresas de tecnologia têm se esforçado em meio à pandemia e saiba como a Kiper tem colaborado para levar mais segurança a seus clientes e parceiros. Acompanhe!

Gigantes da tecnologia no combate à pandemia

Vamos começar com o exemplo de uma das gigantes do ramo: a Microsoft focou seus esforços em serviços para combater a desinformação. Em uma plataforma gratuita, a empresa disponibiliza um mapa em tempo real, em que os usuários podem acompanhar o número de casos, mortes e recuperações, além visualizar as notícias mais recentes sobre a pandemia.
Medida semelhante foi tomada pelo Facebook. A rede social também se voltou ao combate à desinformação, criando formas de reduzir as fakes news e direcionar os usuários a fontes confiáveis de informação, como páginas oficial de governos.
Mas não é só virtualmente que as empresas de tecnologia têm colaborado durante a crise. A Nintendo, gigante do mundo dos games, distribuiu cerca de 9,5 mil máscaras para os moradores da cidade onde está localizada uma de suas sedes nos Estados Unidos.
A Apple seguiu a mesma linha, mas de modo ainda mais impactante: a empresa comandada por Tim Cook doou 9 milhões de máscaras para serem distribuídas em todos os EUA.
Leia mais: Como o síndico deve atuar na prevenção ao coronavírus em condomínios?

Empresas de tecnologia brasileiras também se mobilizam

As companhias brasileiras também estão bastante ativas para trazer soluções para superar a crise do novo coronavírus. Alguns dos grandes destaques têm sido as startups conhecidas como healthtech, empresas que aliam a tecnologia ao desenvolvimento de soluções na área da saúde.
Uma delas é a Aurratech, especializada na desinfecção de ambientes e superfícies por meio de uma solução única, capaz de economizar até 99% de água e químicos durante o processo.
Outro exemplo é a Hi Technologies. Por meio da adaptação de um dos seus produtos, a empresa criou um teste rápido de sangue, que fornece o resultado – se a pessoa está ou não infectada com o vírus – em apenas 10 minutos. Tudo isso por meio da digitalização de dados que são enviados para a nuvem e analisados por inteligência artificial.
Já a 3D Criar redirecionou o foco do seu negócio para atender parte da demanda por equipamentos de proteção individual (EPIs) e insumos hospitalares. Utilizando impressoras 3D, a startup produz suportes para proteção facial a componentes para respiradores, equipamentos que estão em falta em muitas regiões do País.

Como a Kiper está encarando a crise?

Em relação à segurança em meio à pandemia do novo coronavírus, existem dois pontos fundamentais nos quais a Kiper está trabalhando: a questão sanitária e a proteção ao patrimônio e às pessoas.
No que diz respeito à segurança sanitária, a solução da Kiper é desenvolvida de forma que as pessoas não precisem ter contato com os dispositivos que permitem o acesso nem com outros indivíduos.
Em tempos de coronavírus, essa é uma medida importante e ainda mais segura, já que o usuário só precisa mostrar a tela do celular para o leitor para efetuar a abertura de portas e portões. Assim, dispensa-se a necessidade do toque, como acontece, por exemplo, com leitores biométricos de impressões digitais.
Por outro lado, quando falamos em segurança patrimonial, infelizmente a pandemia não tem intimidado ações criminosas. Em março de 2020, por exemplo, assaltantes se passaram por profissionais da Saúde para entrar em condomínios no Distrito Federal. Isso mostra que, mesmo em meio às restrições e dificuldades de deslocamento, ainda é preciso contar com uma solução de segurança robusta.
Mas não é somente isso: devido às medidas de isolamento social e quarentena estipuladas em algumas localidades do Brasil, a Kiper buscou novas soluções que pudessem auxiliar seus clientes durante a pandemia.
Uma das ferramentas que já está à disposição do público – e cujo lançamento foi antecipado para atender os clientes neste momento difícil – é a Assembleia Virtual Kiper, uma plataforma totalmente gratuita para ajudar condomínios a manterem sua rotina em segurança.
Em um ambiente totalmente virtual, o síndico pode propor debates e colocar temas para votação, sem a necessidade de reuniões presenciais. Os moradores, por sua vez, podem emitir suas opiniões e votos. Tudo devidamente registrado em uma solução unificada, que pode ser acessada tanto do computador quanto de dispositivos móveis.
Leia mais: Como evitar coronavírus com ajuda das tecnologias de controle de acesso
Para saber mais sobre medidas que você pode tomar e novidades que podem ajudar na administração do condomínio durante a atual crise, fique atento ao blog da Kiper!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se para receber atualizações